CONHEÇA O CODAU

  AGÊNCIA VIRTUAL

  INFORMATIVO

  RESPONSABILIDADE

  LICITAÇÃO

  CODAU ENSINA

  FALE CONOSCO

  FALE COM O PRESIDENTE

  TRANSPARÊNCIA

  ACESSO À INFORMAÇÃO




Serviços


 



Codau faz obras para solucionar retorno de esgoto no Jd América
14/07/2017

O Codau está executando obras de melhorias nas redes de esgoto e pluvial do bairro Jardim América para solucionar problema histórico de inundação em uma via específica, a Guarajas, no trecho entre as ruas Carajás e Iguatama.

A obra já foi iniciada na via com a troca da rede de esgoto em um trecho de 230 metros. Duas equipes estão trabalhando no local. Uma delas foi designada somente para desobstruir a rede pluvial existente e construir quatro novas bocas de lobo, entre simples e duplas, para captar a água de chuva.

Logo em seguida, vão implantar uma rede pluvial nova, com diâmetro de 600mm na rua Timbiras, também entre a rua Carajás e Iguatama, por um trecho de 230 metros, além de seis novas bocas de lobo. Dali a tubulação será conectada à rede existente na Rua Iguatama. Assim que concluídos os serviços na Guarajas e Timbiras, o Codau vai recapear todo o trecho das duas obras.

De acordo com o diretor de Saneamento do Codau, Olavo Resende Júnior, este ramal pluvial complementar tem o objetivo de ampliar a captação de água de chuva na parte de cima do bairro para minimizar a chegada da enxurrada na Rua Guarajas. O diretor lembra que em uma das margens da Rua Guarajas, onde as casas estão construídas abaixo do nível da rua, o retorno de esgoto é constante. 'O problema é conhecido e tem origem na ligação irregular da água de chuva na rede de esgoto. Quando chove, invariavelmente, ocorre o refluxo nesses imóveis. E ao evitar a chegada intensa da enxurrada até aqui, é possível que este problema de esgoto seja minimizado em sua grande parte', completou Olavo Resende Júnior.

A moradora da Rua Guarajas, Joana Darc Vieira, residente no local há 18 anos, acompanha a obra com expectativa e conta que mesmo com chuva fraca os problemas sempre apareciam.Para evitar a repetição dos transtornos ela usava uma chapa de metalon, encaixada por dentro do portão, para impedir a entrada da enxurrada.